Terça-feira, 4 de Maio de 2010

407

Como já tive oportunidade de referir aqui, em tempos cometi alguns actos dos quais actualmente não me orgulho. De início eram um desafio, mas com o tempo foram pesando na consciência, até que, quando consegui encontrar um mínimo de estabilidade financeira, tive o prazer de os deixar definitivamente de lado. Sempre tive habilidade para conseguir praticá-los deixando um traço de legalidade que me permitisse escapar a uma (merecida) sanção. Hoje orgulho-me de investir toda essa habilidade para os fins correctos e posso dizer que com relativo sucesso.

Porém, apesar de ter escapado às sanções em tempos, acabei por ser condenado a pena de prisão posteriormente sem que soubesse disso. Encontro-me a cumprir uma pena não inferior a 5 anos, com a atenuante de ser retribuído por isso. Não gozo de liberdade. Rodeiam-me algumas pessoas com experiência disto, algumas com experiência de outros estabelecimentos prisionais e que confessam que se perderem os vícios que têm no presente momento farão de tudo para regressar ao anterior pouso.

Os meus colegas de cela não gostam de mim e eu não percebo porquê. Se cometi nova série de crimes, desta vez contra eles, posso garantir que desconhecia que os estava a praticar! Mas não me quero ver envolvido em nenhum processo kafkiano, sendo condenado a cumprir uma pena além da que cumpro sem saber em que consiste, a sua duração ou sequer os factos de que sou acusado e que me levaram à condenação! Por uma questão de justiça, não me parece justo. Exijo ter conhecimento dos factos, quiçá defender-me das acusações e, se não for suficiente, pelo menos saber durante quanto tempo terei que cumprir a pena.

Como em qualquer prisão, nesta em que me encontro o boato e o rumor já circulou. Não sei qual, nem a quantas celas já chegou, mas sei que os meus colegas de cela são bons em difundir mensagens sobre terceiros e eu não sou excepção à regra. Quando aqui cheguei, a comissão de boas vindas, por entre sorrisos e palmadas nas costas, fez questão de me pôr a par do "joio". Hoje noto que em algumas celas, aqueles que outrora me receberam com simpatia, agora fingem que eu não estou presente, fingem que não me ouvem ou vêem e ignoram-me. É certo que se os confrontar com estes factos vão dizer que sou eu que tenho a mania da perseguição. Também é típico. Ainda assim, seria bom que olhassem bem para as suas costas, pois vivem num mundo de falsidade e ilusão, julgando que têm verdadeiros comparsas, quando na verdade têm amigos de conveniência.

Quando as coisas azedarem e pisarem os calos uns aos outros, aí terão oportunidade para verem quem são os verdadeiros amigos. Verdadeiros amigos esses que eu, durante algum tempo, julguei ter na prisão. Sinto-me traído. Tenho esse direito. Desconheço ter feito mal a quem quer que fosse (juro que desconheço) e tratam-me como se tivesse sido o autor de homicídios contra as suas famílias. Não fui. E sempre que me ofereci, fi-lo de coração!

Entretanto, eu aceito a pena principal que cumpro. É merecida. Já a outra deve ter vindo em bónus...

publicado por diariodeumfrustrado às 23:33
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Ana a 5 de Maio de 2010 às 13:26
Alguém um dia me disse:
não podemos mudar o mundo nem as pessoas (infelizmente)temos de nos mudar a nós mesmos para viver neste mundo de injustiças....é a lei da vida.pensamentos positivos atraem coisas e pessoas positivas não te esqueças.
bjs
De diariodeumfrustrado a 6 de Maio de 2010 às 21:23
Não concordo, Ana. Não temos que mudar a nossa essência por causa dos outros e muito menos temos que passar a agir de acordo com a maioria (para os respeitar) se esta age de forma errada.
Pensamentos positivos atraírem pessoas e coisas positivas? Há quem diga que sim e há quem diga que não devemos ser ingénuos e acordar para a vida antes que esta nos mostre como é pela dor! Eu sempre acreditei no primeiro cenário e acabei por aprender com o segundo...
Bjs
De Ana a 7 de Maio de 2010 às 00:43
Tens razão, não precisamos de mudar a nossa essência,mas a tua ultima frase disse tudo, se acharmos que as pessoas são todas boazinhas como nós, acabamos por levar com a maldade delas em cima,e se continuares a ser bonzinho que é que isso dá?nada porque essas pessoas continuaram a exercer a sua maldade...
fica bem
bjs
De Anónimo a 6 de Maio de 2010 às 18:27
muito bom.

nunca fui fã do "segredo". nem de coisas.

arrelia-me o "coisas", tanto como me arrelia mulheres dizerem "obrigadA". e tu tb me arrelias. mt.

mj
De diariodeumfrustrado a 6 de Maio de 2010 às 21:27
Acho que as mulheres dizerem "obrigada" não é nada de mais. Desde que agradeçam, sempre manifestam educação.
Porque te arrelio?
De Fada a 15 de Maio de 2010 às 20:15
..Meu querido o quanto eu gosto de te ler..
Tenho saudades tuas , não sei por onde andas..

Desculpa a expressão: Caga nos outros aprende a viver a tua vida bem!!, pois ninguém a vive por ti , isso és tu que o tens que fazer , da a volta com um passo em frente sem te voltares para traz!!...Aprende como todos nos , com os erros ...Vive , vive homem, vive..!!!!

Não te esqueci , simplesmente a vida não tem sido facil por aki...
Um beijo grande com um cheirinho a Fada...

Aparece!! beijo
De parole a 3 de Dezembro de 2010 às 15:20
Estejas onde estiveres. Numa cela, numa casa, num quarto, numa rua... irás sempre encontar pessoas falsas, que te sorriem pela frente e te magoam assim que viras costas...
Diria que é a vida... ou a sociedade... mas no fundo culpabilizo-me a mim que não dou por elas antes de me magoarem.

Comentar post

Eu

pesquisar

 

Setembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Recente

438

437

436

435

434

433

432

431

430

429

Lágrimas passadas

Setembro 2015

Dezembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds