Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2013

427

Tive 2 anos aparentemente estáveis e equilibrados. A vida não me corria muito mal e isso, para mim, era sinal que as coisas até corriam muito bem. Fui adaptando-me e fui aceitando a situação que tinha. Não era boa, mas também não era má.

 

Não tenho o hábito de me pronunciar sobre política e nem sou de esquerda ou de direita. Sou apartidário e não me meto em politiquices. Ainda assim, o que tem sido feito em Portugal tem mexido comigo e de que maneira. Dou por mim a trabalhar bastante e a ter cada vez menos dinheiro. Assinei um contrato com o meu patrão e tenho menos dinheiro para manter um estilo de vida que a expectativa daquele contrato assinado me criou. Agora corro o risco de ter de perder boa parte do pouco que tenho e que foi conquistado com um esforço que só eu sei. Sinto-me completamente perdido.

 

Bem sei que muitos nem trabalho têm e outros ganham menos do que eu. Mas tudo o que me vem parar às mãos tem um destino fixo e não é o luxo, é garantir que tenho condições para ultrapassar o próximo mês. Não vivo. Sobrevivo. Luto para conseguir sobreviver. O próximo mês não sei como será. Entretanto, os filhos da puta continuam a gozar com a minha cara na televisão. Não são só os PSD e CDS. São também os socialistas, que já sabemos o que fizeram ao país, os comunistas, que ainda agora tiveram uma camarada reformada com 47 anos, e os do Bloco de Esquerda, por terem uma agenda própria e não do país. São também os outros que já lá estiveram e nada fizeram e agora são oráculos dos média para mudar a própria merda que fizeram.

 

É difícil estar nesta situação. É difícil acreditar no futuro quando o presente é negro e quando vemos que damos passos em frente, mas a luz ao fundo do túnel fica cada vez mais distante. Não faz sentido. Não devia fazer sentido. Sinto que nunca vou conseguir dar o salto. Vivemos num país onde o mérito é irrelevante. Como dizia o Woody Allen, "80% do sucesso é aparecer". Tinha razão. Não precisamos de talento, mas sim de bons amigos ou de saber seduzir quem tem poder para decidir. Este é o mundo filho da puta em que estamos e sinto muitas dificuldades em adaptar-me a ele.

 

Deixei de me conseguir concentrar no trabalho. Já nem me consigo concentrar fora dele. Vegeto. Dou por mim perdido a divagar em coisas que raramente me lembro. Uma delas tenho a certeza do que se trata e volta a adensar-se no meu pensamento. É muito difícil dar a volta a etsa situação. Dificilmente conseguirei. Valerá a pena continuar a viver? Hoje, ao final do dia, tirei alguns minutos de reflexão. Nunca, nem mesmo nas minhas piores angústias do passado, senti tanta vontade de tirar a minha vida. Não fosse a minha família, aos quais deixaria uma pesada herança de desgosto, e tenho a certeza que já o tinha feito. Não vale a pena insistir. Mas esta saída é cada vez mais forte no meu pensamento.

publicado por diariodeumfrustrado às 20:24
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De sofiazinha a 31 de Janeiro de 2013 às 16:43
eu também não sou muito de politiquices e de politiquices não percebo patavina de nada. O que quero desejar-te é que tenhas uma vida perfeita,eu vou passando por aqui,portanto vai postando.
De sofiazinha a 6 de Fevereiro de 2013 às 06:32
oi oi oi espero que esteja tudo bem contigo. desejo-te uma magnifica semana com muitos sucessos,mil beijinhos super fofinhos e fica bem.
De rasgandoosilencio a 12 de Fevereiro de 2013 às 20:12
Há quanto tempo não vinha aqui!... E, mais uma vez, todas estas palavras poderiam ter sido escritas por mim. Ainda hoje, a meio da tarde, escrevi algo semelhante a um amigo... Abraço-te e deixo um beijo.

Comentar post

Eu

pesquisar

 

Setembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Recente

438

437

436

435

434

433

432

431

430

429

Lágrimas passadas

Setembro 2015

Dezembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds