Domingo, 18 de Janeiro de 2009

338

Tive há instantes nova tentativa de saber o seguinte:

1- Porque é que a D. me procurou;

2- O é que a D. acha de mim desde que me conheceu;

3- O que pensa a D. sobre "isto tudo".

 

Mais uma vez obtive respostas vagas, apesar de ter feito perguntas directas. Como disse, estava a ficar interessado pela conversa, pela postura, etc, mas vi, uma vez mais, que é difícil poder conhecer esta pessoa ou saber quais são as suas motivações. Oficialmente desisto e arrumo já aqui este assunto. Chamem-me o que quiserem, não tenho jeito para jogos (conscientes ou inconscientes) e não procuro novas amizades. Não pretendo responder a eventuais solicitações e abordagens que a D. possa vir a ter no futuro, mesmo sabendo que as mesmas serão difíceis de acontecer. Fim.

publicado por diariodeumfrustrado às 14:38
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Sete Vidas a 18 de Janeiro de 2009 às 17:15
Não serás um pouco exigente? Queres as coisas para ontem, ao teu ritmo... e se não tens o que queres, quando queres, revoltas-te, desanimas, desistes... Reclamas paciência para ti, mas revelas pouca paciência para os outros.
Dizias num post atrás que não estavas apaixonado... que apenas querias conhecer a D. como amiga. No entanto, comportas-te como alguém que não quer ser apenas um amigo... Se é apenas amizade que queres, dá tempo ao tempo... os amigos não fogem. Se é amor que queres, então tem ainda mais paciência. Toda a gente tem o seu próprio ritmo e a D. também tem uma palavra a dizer sobre o seu próprio ritmo, mesmo que não te explique na altura em que tu (e só tu) o queres.
Bjocas.
De diariodeumfrustrado a 18 de Janeiro de 2009 às 18:08
Se insisto tanto e não tenho feedback achas que estou a ser exigente? Sinceramente...
De Sete Vidas a 18 de Janeiro de 2009 às 20:49
Exacto... Insistes tanto... Disseste as palavras certas. Esperas que te dêem as respostas, nem que seja quase "à força".
Não adianta insistir. As pessoas respondem quando... e se o quiserem fazer. Insistir demais por vezes só afasta. Mesmo que aches que mereces que respondam às tuas questões, pode dar-se o caso de nem ela saber bem o que há-de responder.
Como já te tinha dito... toda a gente tem o seu ritmo. Tu tens o teu, ela terá o dela. Respeita o dela, tal como gostas que respeitem o teu. Não sabes se ela não terá razões válidas para reagir dessa forma.
Bjocas!
De diariodeumfrustrado a 18 de Janeiro de 2009 às 21:58
"Insistir demais por vezes só afasta." - mais um motivo então para pôr um fim a isto. Se insisto tanto e já afastei, então chegou a hora. Não quero pensar mais nisto. Acabou e pronto.
De Balzaquiana a 18 de Janeiro de 2009 às 21:43
Sabes que para tudo existe um momento certo.
Se calhar ela apenas quer ter o prazer da tua companhia.
Não se revela porque talvez não queira abrir guardas.
É algo a respeitar e deixar que o tempo amadureça o que tem de amadurecer.
Existem relações que são mentais e não físicas.
Mas acho que te estás a precipitar.
Um abraço
De Ana a 18 de Janeiro de 2009 às 23:20
Sinceramente, sem querer ofender, mas ofendendo, há quanto tempo a conheces mesmo, ou há quanto tempo voltaram a falar? Era suposto já serem os melhores amigos, ou ela amar-te loucamente e pedir-te em casamento?

Esse teu "desespero" por arranjar uma relação estável, faz de tudo, menos teres algo estável, afinal, nem tu próprio estás estável para tal coisa... Vai com calma, apesar de já não seres um adolescente (apesar de pareceres um) o mundo não acaba amanhã, e quem já passou 10 meses sem ninguem, não morre por mais 2 meses. Não pressiones demasiado, não te mostres como um desesperado que quer o amor a todo o custo, e pior do que isso, com qualquer uma.

Mais uma vez, posso tar a ser injusta, mas é isso que dás a entender. Desculpa não por paninhos quentes, mas o que tenho a dizer digo, e não é com hipocrisias que os bons conselhos são dados.

Chega a casa, ouve um bom de um chillout (tou a ouvir zero7, mt bom) relaxa, pensa em todos os momentos bons da tua vida. Todos aqueles momentos que já aqui descreveste (lembro-me do beijar sob chuva torrencial). Imagina até um pouco os lábios de outra pessoa. Sabes, sabe bem sentirmo-nos pessoas felizes e "abençoadas" de vez em quando.
De diariodeumfrustrado a 19 de Janeiro de 2009 às 19:17
Não a conheço há muito tempo, mas não peço que ela esteja caidinha por mim. Apenas, se foi ela quem meteu conversa comigo, não deveria revelar interesse EM CONHECER quem está deste lado? É isso que exijo... oportunidade para conhecer!

Zero 7 conheço, tenho a discografia da banda e até já os vi ao vivo. Costumo ouvir também Björk, Air, Mercury Rev, entre tantos outros do Chill Out. Ajudam-me a tranquilizar, mas agora o meu projecto é outro, apesar de ainda estar a dar os primeiros passos: meditação.

Comentar post

Eu

pesquisar

 

Setembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Recente

438

437

436

435

434

433

432

431

430

429

Lágrimas passadas

Setembro 2015

Dezembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds