Domingo, 15 de Fevereiro de 2009

350

Chegou a hora de dar um fim ao meu diário. O número do post é redondo (350), mas garanto que é pura coincidência. Aqui expus a minha vida e também episódios da vida de amigos e conhecidos meus. Aqui posso dizer que ganhei alguns amigos (todos aqueles que me acompanhavam, que amparavam, que davam sermões) e alguns conhecidos (meros observadores).

De repente dou por mim, ao fim de 18 meses, sem ter evoluído, sem ter aprendido nada. Sinto que regredi porque perdi tempo da minha vida com coisas ridículas. Sei que os dissabores e as desilusões também fazem parte, mas estou cansado. Sim, cansado. Cansado de viver, cansado das angústias, cansado de ser um exemplo negativo para alguém. Nunca conheci a mulher da minha vida, não sei se tenho o trabalho dos meus sonhos, não tenho ainda sequer a minha casa. Tudo o que tenho é um carro, um computador e um grande atraso mental e desvio psíquico para as relações interpessoais. Tenho dificuldades nesse campo. Não sei gerir uma amizade, não sei separar o que é bom do que é mau, o certo do errado. Sou como os animais: ajo por instinto. Isso tem repercussões para seres racionais como são os Seres Humanos, mais ainda para gente como eu.

Espero, do fundo do coração, que pelo menos uma pessoa tenha aprendido uma coisa que seja com qualquer merda que eu aqui escrevi. Isso já alivia a minha dor de ter perdido 18 meses da minha vida a fazer aquilo de que eu sou feito: merda.

Estou desiludido com a vida, e mesmo apesar de muita gente me ter dado alguns lamirés sobre possíveis saídas, a verdade é que a solução não é a mesma para toda a gente. Agradeço o esforço, ainda assim.

Alguns conselhos que aqui recebi foram influenciados pelo que contei, quer aqueles que me agradavam, quer os que não agradavam. Eu contei a minha versão, tentando aproximá-la da realidade, mas por mais fiel que seja a minha exposição, só tendo acompanhado a minha vida e a das pessoas envolvidas, e tendo visto as situações, é que dá para perceber como é que tudo aconteceu e porquê.

Deixo os meus e-mails caso possa ser útil a alguém no que quer que seja: frustrado@live.com.pt e frustrado@sapo.pt .

Dou um fim a este diário e livro de memórias no mesmo estado em que o comecei: frustrado.

 

O meu muito obrigado a todos os que contribuíram para as dezenas de milhares de visitas que o meu diário teve. Boa sorte a todos. Eu... ando por aí, quem sabe a cruzar-me com alguns de vocês por Lisboa e a passar um pouco do meu mau fundo e da minha angústia. Desde já as minhas desculpas.

 

Beijos e abraços

 

RA

publicado por diariodeumfrustrado às 12:40
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Inês ;) a 15 de Fevereiro de 2009 às 13:07
Tudo o começa tem um fim! O que importa é que a experiencia tenha sido positiva e que te tenha trazido beneficios!
Gostava de te voltar a "ver" pelo mundo dos blogs, mas com um blog bem mais feliz, ou seja, por outras palavras, espero mesmo que sejas feliz!

Um dia vais encontrar a paz que tanto procuras! Não podes é desistir!
Gostava de ter a formula para a felicidade, mas não tenho! Temos de saber ser felizes com o que temos!
Tens de aprender a valorizar-te e dar valor á vida que tens, que de certeza não é assim tão má como parece! :)

Um beijinho grande!
Muitas felicidades sinceras!
De acriativa a 15 de Fevereiro de 2009 às 14:17
Boa sorte! Sou uma das conhecidas do blog :) Só um conselho, acredita em ti! Começa por gostares de ti próprio e de certeza que tudo começará a mudar! Isto é algo que tento levar sempre comigo e que embora o conserve sempre na minha mente por vezes também me sinto derrotada... mas respiro fundo e volto a acreditar em mim e sigo em frente! Se as coisas não tivessem dificuldades nunca irias sentir o gosto de as conquistares! Bjs e sê feliz! Just live and let live !
De Ana a 15 de Fevereiro de 2009 às 20:55
Boa sorte! Provavelmente um dia ainda nos cruzamos, vou começar a passar mais tempo em lx...

Espero que tenhas aprendido uma coisa: às vezes é preciso ter calma, com o que quer que seja na nossa vida, e falsas expectativas fazem ilusões, que se tornam desilusões muito rapidamente, por outro lado, as ilusões podem logo partir do principio que a situação a dada altura tem tudo para dar errado, e às vezes só se precisa de dar uma chance à própria vida.

*moo
De ToXico a 16 de Fevereiro de 2009 às 14:42
Olá
Provavelmente não fazias a minima ideia, mas eu sigo o teu blog há vários meses, no entanto se bem me lembro, este deve ser o meu primeiro comentário, só não o fiz antes antes e por diveras ocasiões porque me parece que a minha opinião sobre os teus problemas existenciais para ti, deve ser pouco ou nada relevante, no entanto não queria deixar-te partir se te dizer que lamento que desistas de escrever aqui, quer querias quer não, acabas-te para o bem e para o mal, por ser uma espécie de referência, para aquilo que não se dever fazer numa relação a 2, não estou a ser mauzinho nem cínico, aliás eu também não sou grande exemplo para ninguém, simplesmente já passei a fase das lamentações e acredita a vida também não me corre nada bem, por isso desejo-te as maiores felicidades e nunca desistas de viver, que como se costuma dizer-se (e eu posso confirmar por experiência própria), quando a vida nos fecha uma porta abre-nos uma janela, um abraço e porta-te bem!...
Já és o segundo dos meus blogues favoritos que encerra as suas portas por estes dias, mas o outro foi por razões bem diferentes (excesso de exposição), mas isto anda aqui algum vírus ou quê?!...
Com dias tão bonitos como o de hoje, de quase Primavera (aqui até se ouvem os passarinhos), não vejo nenhuma razão para não continuares a tua demanda em busca da felicidade!...
Este foi de certeza o maior comentário que escrevi até hoje, mais um pouco e podia fazer um "post" (e se calhar é o que vou fazer, mas no meu cantinho)
De vita a 16 de Fevereiro de 2009 às 15:39
É uma opção tua, gostei de te ler muitas vezes, outras nem por isso, mas não temos de estar sempre de acordo, espero que não não pagues o blog, pode ser que um dia te apeteça voltar.;)

Beijo nino
De DesabafosDaMinhaAlma a 16 de Fevereiro de 2009 às 18:55
Desejo-te toda a sorte do mundo!
Tenho a certeza que mais tarde ou mais cedo encontrarás a felicidade que tanto procuras.
Boa sorte!
Bjs
De Ventania a 16 de Fevereiro de 2009 às 21:50
Até sempre! A vida dá muitas voltas, metade para baixo e metade para cima. Agarra-te a estas últimas. =)

Comentar post

Eu

pesquisar

 

Setembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Recente

438

437

436

435

434

433

432

431

430

429

Lágrimas passadas

Setembro 2015

Dezembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds