Quinta-feira, 5 de Março de 2009

372

Sempre ouvi falar em bipolaridade, mas não sei se existe o fenómeno de quadripolaridade, que é o que sucede comigo. Assim como conheço quatro estações do ano, conheço-me quatro estados: eufórico, alegre, triste e de rastos. Face às alterações climatéricas dos dias de hoje, numa hora temos verão e na outra imediatamente a seguir, sem qualquer justificação aparente, passamos a ter um ambiente de inverno. Assim sucede comigo: as alterações emocionais e a destruição da minha camada de ozono, vulgo equilíbrio, fazem com que passe de um estado para outro num ápice. Em mim, a Primavera não surge em Março, cheia de flores, borboletas e pássaros, depois de um Inverno rigoroso. Em mim, a Primavera aparece em Dezembro, depois de me terem caído as folhas castanhas e imediatamente antes de cair um forte nevão que me impede de reconhecer o mundo à minha volta, tal é a forma como está coberto de neve. Tudo isto... sem razão aparente. Apenas "porque sim".

publicado por diariodeumfrustrado às 22:58
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Marta a 5 de Março de 2009 às 23:25
Se pensarmos bem todos nós já passamos por isso apenas porque sim

Beijinhos
De antiego a 6 de Março de 2009 às 15:49
Se falas da doenças Bipolar, o que tu sentes, os estados porque passas, são uma brincadeira de crianças.
De Fada a 7 de Março de 2009 às 13:57
Ola " Homem Mistério "

.. A primavera da vida..

Não é quando temos 18 anos
E não sabemos nada de nada
E pensamos que sabemos tudo;
Quando pensamos
Que nossas dores de amor
Serão eternas...
A primavera da vida..
Chega quando nos sentimos
Prontos para nascer
Para as coisas boas e belas
Que a vida nos oferece;
Quando nos sentimos bem conosco mesmos
E podemos nos olhar no espelho e dizer:
Agora sei o que quero,
Sei do que preciso
E sei o que vou buscar;
Não tenho medo de errar.
A primavera da vida ..
Chega quando olhamos para trás
Sem ressentimentos,
Sem arrependimentos
E para o futuro com o brilho nos olhos
De quem já descobriu
Que dores não são eternas
E alegrias também não,
Mas que a gente vive
E sobrevive apesar de tudo.
É quando nos descobrimos
Que nunca é tarde demais
Pra recomeçar...Aparece quando quiseres ..

Beijo doce " Fada "
De Veruska a 7 de Março de 2009 às 20:59
Deixa-me dizer-te que ainda bem que o clima está tão mudado; isso de teres a mesma personalidade durante 3 meses seguidos acaba com toda a expectativa gerada por uma surpresa! :)
De Balzaquiana a 8 de Março de 2009 às 21:00
Todos nós sofremos alterações de humor ao longo do dia, não é motivo para se procurar uma causa patológica.
A diferença é que alguns deixam-se entranhar pelos humores e outros mais teimosos insistem em que seja sempre primavera........
Experimenta que vais gostar.
Um abraço

Comentar post

Eu

pesquisar

 

Setembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Recente

438

437

436

435

434

433

432

431

430

429

Lágrimas passadas

Setembro 2015

Dezembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds