Domingo, 25 de Novembro de 2007

76

Há dois posts atrás falei das namoradas/mulheres que insistem em falar das relações passadas. Hoje falo de uma situação quase oposta: mulheres que gostam de saber dos relacionamentos anteriores dos seus parceiros.
Neste âmbito posso dizer que algumas parceiras/companheiras preocupavam-se em saber dos meus relacionamentos anteriores, e outras nem por isso. Não era propriamente coisa que eu gostasse de falar, pelos mesmos motivos que não gostava de ouvir os desabafos que tentavam ter comigo sobre os seus anteriores relacionamentos: é passado, já passou, morreu, acabou.
Existe outra coisa curiosa que acontece quando as mulheres nos perguntam sobre os anteriores relacionamentos: normalmente, parecem muito interessadas, mas se formos sinceros e dissermos como era, quando tocamos em alguns pontos críticos e sensíveis que foram positivos com as outras, ficam ofendidas e chateiam-se. Esquecem-se que todos os relacionamentos têm coisas boas e coisas más. Pressionam-nos, apertam connosco até dizermos "como era", mas depois aborrecem-se por dizermos "como é que realmente era". Decidam-se. Afinal em que ficamos? Querem ou não saber das coisas?
Existem ainda aquelas que se martirizam porque pensam que não têm os argumentos positivos que as nossas ex tinham e esquecem-se que todas as pessoas são diferentes. Existem ainda aquelas que nos encostam à parede e por tudo e por nada nos dizem "sou melhor que a tua ex nisto?", "a tua ex também era assim?", "a tua ex fazia isto?", "a tua ex pensava assim?". Nestes casos, somos quase que obrigados a fazer comparações, por mais que não queiramos. Por mais que desejemos que os anteriores relacionamentos estivessem mortos e enterrados, algumas companheiras presentes fazem questão de fazer da nossa relação actual um género de "RTP Memória", onde somos obrigados a recordar-nos de coisas que já não nos interessam para nada.
publicado por diariodeumfrustrado às 12:24
link | comentar | favorito
3 comentários:
De bohemian a 25 de Novembro de 2007 às 16:02
é como tu dizes, há pessoas diferentes, logo umas querem saber e outras preferem não o fazer. Eu cá prefiro não saber, porque se estamos a começar um novo relacionamento (seja a que nível fôr) é mau que esteja sustentado em pilares anteriores. Se por acaso durante alguma conversa calhar de se dizer algo, paciência, desde que não o estejam sempre a referir...
De ja a 26 de Novembro de 2007 às 11:41
Tenho lido teu blog com alguma frequencia e apesar de ter adiado o comentario gostava de te dizer que te preocupas demasiado com coisas sem importância. Liberta-te disso ou ainda vai ao fundo.
Beijinhos
De antiego a 26 de Novembro de 2007 às 16:46
Realmente a tua vida parece uma telenovela. Atenção, não estou a duvidar de forma alguma do que contas. Contam-me coisas parecidas a estas, sobre as quais eu fico a pensar: bolas, ainda bem que nunca conheci estes cromos.
Olha ter uma gaja que andasse sempre a comparar-se com as minha exs... xiii, mandava-a logo para um casting dos morangos com açucar

Comentar post

Eu

pesquisar

 

Setembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

Recente

438

437

436

435

434

433

432

431

430

429

Lágrimas passadas

Setembro 2015

Dezembro 2013

Agosto 2013

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds